calculos trabalhistas on line
Inicio | Sugestões | Cadastre-se | Adicione a favoritos | Indique para um amigo | Termos de uso

MAIS EXECUTADOS


CALCULOS TRABALHISTAS

FINANCEIROS
CONVERSORES
SIMULADOS

OUTROS


 

Férias - cálculo de férias CLT - resultado

Efeturar novo cálculo

Dados informados:

Salário Bruto.......................................:R$ Warning: number_format() expects parameter 1 to be double, string given in /home/calcule/www/calculos.trabalhistas/calculo.ferias.php on line 283


Valor médio de Horas Extras no ano......:R$ Warning: number_format() expects parameter 1 to be double, string given in /home/calcule/www/calculos.trabalhistas/calculo.ferias.php on line 285
Dependentes:(deduções)......................:
Dias de férias:.....................................: dias
Abono Pecuniário(vender 1/3):...............:
Adiantar 1ª parcela 13º:.........................:
 

Liquido Férias. .....................................: R$ 0,00

Memórida de cálculo:

Valor férias.................................:R$ 0,00
1/3 férias....................................:R$ 0,00
Abono pecuniário.........................:R$ 0,00
1/3 abono pecuniário....................:R$ 0,00
Adiantamento 13º........................:R$ 0,00

Total de verbas............................:R$ 0,00

 

Descontos:

INSS.......................................: R$ 0,00
Dependentes...........(Qtd).......: R$ 0,00 (O valor da dedução mensal é R$ 171,97 por dependente)
Imposto de renda (IRPF).............: R$ 0,00

Total de descontos......................:R$ 0,00

Faixa da Base de Cálculo Alíquota Valor do Imposto (IRPF)
1ª faixa 1.434,59 Isento 0,00
2ª faixa 0,00 7,5% 0,00
3ª faixa 0,00 15% 0,00
4ª faixa 0,00 22,5% 0,00
5ª faixa 0,00 27,5% 0,00
Total 1.710,78   0,00

 

Compartilhe

Pensando em viajar nas suas férias? Faça o cálculo em nosso site do valor que irá receber, pesquise em Agências Viagens os melhores pacotes de Viagens, Passagens aéreas, Viagens Baratas, Aereas Gol, Passagem aerea

FÉRIAS - ABONO PECUNIÁRIO

O Abono pecuniário é a conversão em dinheiro, de 1/3 (um terço) dos dias de férias a que o empregado tem direito. É uma opção ao empregado, independente da concordância do empregador, desde que requerido no prazo estabelecido na legislação trabalhista. Conversão em Abono Se o empregado tem direito a 30 dias de férias, poderá converter 10 dias em dinheiro e gozar 20 dias de férias. Caso o direito seja de 24, 18 ou 12 dias, o empregado poderá converter 8, 6 ou 4 dias em abono pecuniário e gozará 16, 12 ou 8 dias de férias, respectivamente.

PRAZO DE REQUERIMENTO

O empregado que desejar converter 1/3 (um terço) de suas férias em abono pecuniário deverá requerê-lo ao empregador, por escrito, até 15 (quinze) dias antes do término do período aquisitivo. Quando o requerimento do abono pecuniário de férias ocorrer após o prazo legal, ao empregador é facultado atender ou não o pedido.

FÉRIAS COLETIVAS

No caso de férias coletivas, a conversão de 1/3 (um terço) das férias em abono pecuniário deverá ser objeto de acordo coletivo entre o empregador e o sindicato representativo da respectiva categoria profissional, não importando a vontade individual do empregado, mesmo que tenha requerido a conversão na época oportuna.

VALOR DO ABONO

O valor do abono pecuniário deve ser calculado sobre a remuneração das férias já acrescidas do terço constitucionalmente garantido.

FÉRIAS EM DOBRO

Quando ocorrer pagamento em dobro, face a não concessão das férias no prazo legal, o abono pecuniário também será em dobro, tendo em vista que a base de cálculo é a remuneração das respectivas férias. RECIBO DE PAGAMENTO DO ABONO O valor correspondente ao abono pecuniário deverá constar do recibo de férias, na rubrica própria.

PRAZO DE PAGAMENTO

O abono pecuniário deverá ser pago juntamente com a remuneração das férias, até 2 (dois) dias antes do início do período de fruição das férias. Contudo, os dias trabalhados em parte do mês de concessão das férias, quando for o caso, deverão ser quitados no prazo previsto na legislação trabalhista para pagamento de salários ou em norma coletiva da categoria, quando mais favorável.

ENCARGOS SOCIAIS

Sobre o valor do abono pecuniário de férias não há incidência de contribuição previdenciária e FGTS. Todavia, o abono deverá ser adicionado à remuneração das férias para cálculo do Imposto de Renda na Fonte.

 

Bases: Constituição Federal de 1988, artigo 7º, inciso XVII; - CLT, artigos 129 a 145

 

 

 


TABELAS


 

 

ARTIGOS

Natal viagem - festa

Carnaval

 


CHURRASCO

Cálculo de churrasco


CONVERSOR DE MOERDAS

Conversor de Moedas


FINANCEIROS

Juros financiamento

IMC

IMC - cálculo do IMC


JOGOS

Jogos on line 


NOTÍCIAS

Notícias


SIMULADOS DETRAN

Simulado Detran