Publicidade


Cálculo IRRF em folha de pagamento

O Cálculo IRRF em nosso simulador é feito descontando automaticamente o INSS devido.

Publicidade

Está atualizado com Tabela IRRF 2021 e com a Tabela INSS 2021 divulgada pela previdência. PORTARIA SEPRT/ME Nº 477, DE 12 DE JANEIRO DE 2021 - fonte: previdencia.gov.br



Cálculo IRRF - Calcula o IRRF retido em folha de pagamento e ensina como calcular

Publicidade


Para Calcular Imposto de Renda IRRF retito em folha de pagamento em nosso simulador, preencha as informações na calculadora abaixo e clique em Calcular IRRF.

Como calcular IRRF em folha de pagamento

Informe:



Publicidade




BEm, programa que permite redução de jornada e salários recriado

BEm - Calcula o valor do Benefício Emergencial MP936

Cálculo IRRF - Desconto Imposto de Renda na Folha da Pagamento

O Imposto de Renda é um Imposto cobrado por diversos países, onde cada individuo ou empresa é obrigada a deduzir uma porcentagem de sua renda média anual ao Governo. Este percentual pode variar de acordo com a renda média anual, ou pode ser fixa em uma percentagem

Cálculo IRRF

Cálculo IRRF desconto em folha de pagamento

No Brasil, o Imposto de Renda é cobrado (ou pago) todo mês em Folha de Pagamento (existem alguns casos que a mensalidade é opcional pelo contribuinte) e no ano subsequente o contribuinte prepara uma declaração de ajuste anual de quanto deve do IRPF (ou tem restituição de valores pagos a mais), sendo que esses valores deverão ser homologados pelas autoridades tributárias.

Quer saber quanto vai receber se for demitido?

Calcular Rescisão trabalhista completa com FGTS e Multa


Como calcular IRRF em folha de pagamento

Para calcular IRRF Imposto de Renda, primeiro precisamos chegar ao Salário para a base de cálculo:

Calcule o salário para a base de cálculo da seguinte forma:

  • Cálculo IRRF Salário base de cálculo = (Salário bruto - (menos) valor dedutível por dependente legal - (menos) outras deduções - (menos) desconto do INSS)

Salário bruto é o salário sem os descontos

Dependentes são as pessoas que você declarou no Imposto de Renda que dependem de você; o valor dedutível por dependente legal está em R$ 189,59.

Outras Deduções podem ser Despesas com saúde; Educação; Pensão alimentícia; Despesas com aparelhos ortopédicos etc; vide lista completa no site da Receita Federal.

Desconto INSS é o valor que você paga mensalmente à previdência social para soliciar a aposentadoria no futuro; não vamos detalhar pois essse artigo trata-se de ensinar como calcular o Imposto de Renda e não sobre o Cálculo do Desconto do INSS; mas igualmente ao Imposto de Renda; há uma tabela que é divulgada pela Previdência e a partir de 01/03/2020 se tornou progressiva como a Tabela IRRF.

Nosso simulador faz o Cálculo IRRF descontando automaticamente o INSS devido. Utiliza a última Tabela divulgada: Tabela INSS 2021 PORTARIA SEPRT/ME Nº 477, DE 12 DE JANEIRO DE 2021

fonte: previdencia.gov.br

Agora que você aprendeu como chegar ao Salário para a base de cálculo, vamos calcular IRRF - Imposto de Renda:

Publicidade




Exemplo com um trabalhador que ganha R$ 3.000,00 por mês; sem dependentes ou outras deduções:

Cálculo IRRF Salário base de cálculo = Salário Bruto menos Desconto INSS | (R$ 3.000,00 - R$ 277,40 = R$ 2.722,60 )

Sobre o Salário base de cálculo (R$ 2.722,60); iremos descontar o valor de isenção conforme a Tabela IRRF atual. Valor de isenção 1ª faixa = R$ 1.903,98

Cálculo IRRF valor para descontar IRRF = Salário base de cálculo menos isenção da primeira faixa | R$ 2.722,60 - R$ 1.903,98 = R$ 818,62

Agora que descontamos o valor de isenção da primeira faixa o que sobrou (R$ 818,62) vamos aplicar a aliquota (7,5%) pois ficou na segunda faixa que vai até R$ 2.826,65.

Cálculo IRRF = R$ 818,62 X (vezes) 7,5% = R$ 61,40 ( valor do desconto do Imposto de Renda IRRF)


Exemplo com um trabalhador que ganha R$ 3.500,00 por mês; com 2 dependentes:

Cálculo IRRF Salário base de cálculo = Salário Bruto menos Desconto INSS menos Dedução dependentes | ( R$ 3.500,00 - R$ 341,29 - R$ 379,18 = R$ 2.779,53)

Sobre o Salário base de cálculo (R$ 2.779,53); iremos descontar o valor de isenção conforme a Tabela IRRF atual. Valor de isenção 1ª faixa = R$ 1.903,98

Cálculo IRRF valor para descontar IRRF = Salário para a base de cálculo - isenção da primeira faixa | ( R$ 2.779,53 - R$ 1.903,98 ) = R$ 875,55

Agora que descontamos o valor de isenção da primeira faixa o que sobrou (R$ 875,55) vamos aplicar a aliquota (7,5%) pois ficou na segunda faixa que vai até R$ 2.826,65.

Cálculo IRRF = R$ 875,55 X 7,5% = R$ 65,67 ( valor do desconto do Imposto de Renda IRRF )


Calcular IRRF, desconto Imposto de Renda no Simulador

  • Valor do salário bruto: É o salário sem os descontos;
  • Dependentes: É a quantidade de pessoas que você declara no Imposto de Renda que dependem de você; selecione a quantidade;
  • Outras deduções: Outros valores passíveis de dedução; se não souber deixe em branco.

Nosso Simulador fará o Cálculo IRRF e efetuando em conjunto o Desconto INSS pois sobre o INSS não incide Imposto de Renda.

Essa Calculadora faz parte da sessão de Cálculos Trabalhistas do Calcule.

Apesar de nosso Simulador utilizar as mesmas regras que a Receita Federal, ele não substitui o Simulador oficial da Receita Federal; utilize apenas como base de conhecimento.

Desde 04/2015 a Tabela para calcular IRRF está sendo a mesma, sendo assim você pode utilizar a tabela abaixo como:

  • Tabela IRRF 2021 - Tabela Imposto de Renda 2021
  • Tabela IRRF 2020 - Tabela Imposto de Renda 2020
  • Tabela IRRF 2019 - Tabela Imposto de Renda 2019
  • Tabela IRRF à partir de 04/2015 ano-calendário

Tabela IRRF 2021

Tabela Imposto de Renda 2021
Base de Cálculo (R$ Alíquota (%) Parcela a Deduzir do IR (R$)
Até 1.903,98 -  
De 1.903,99 até 2.826,65 7,5 142,80
De 2.826,66 até 3.751,05 15 354,80
De 3.751,06 até 4.664,68 22,50 636,13
Acima de 4.664,68 27,50 869,36
Dedução por dependente: R$ 189,59  

fonte: receita.economia.gov.br/acesso-rapido/tributos/irpf-imposto-de-renda-pessoa-fisica


Para efeito do Imposto de Renda; podem ser dependentes:

  1. companheiro(a) com quem o contribuinte tenha filho ou viva há mais de 5 anos, ou cônjuge;
  2. filho(a) ou enteado(a), até 21 anos de idade, ou, em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  3. filho(a) ou enteado(a), se ainda estiverem cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau, até 24 anos de idade;
  4. irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, de quem o contribuinte detenha a guarda judicial, até 21 anos, ou em qualquer idade, quando incapacitado física ou mentalmente para o trabalho;
  5. irmão(ã), neto(a) ou bisneto(a), sem arrimo dos pais, com idade de 21 anos até 24 anos, se ainda estiver cursando estabelecimento de ensino superior ou escola técnica de segundo grau, desde que o contribuinte tenha detido sua guarda judicial até os 21 anos;
  6. pais, avós e bisavós que tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até o limite de isenção do imposto;
  7. menor pobre até 21 anos que o contribuinte crie e eduque e de quem detenha a guarda judicial;
  8. pessoa absolutamente incapaz, da qual o contribuinte seja tutor ou curador.

Outras Deduções

Despesas com saúde

As despesas do contribuinte e de seus dependentes com saúde podem ser deduzidas integralmente do Cálculo Imposto de Renda.

Educação

Os gastos com instrução estão restritos a educação infantil (creche e pré-escola), ensino fundamental, ensino médio, educação superior (graduação e pós-graduação) e educação profissional (ensino técnico e o tecnológico). podem ser abatidos do Cálculo Imposto de Renda; acesse o site da Receita Federal para verificar limites.

Pensão alimentícia

Valores pagos a título de pensão alimentícia podem ser deduzidos integralmente do Cálculo Imposto de Renda.

Despesas com aparelhos ortopédicos

Gastos com aparelhos ortopédicos, próteses ortopédicas, pernas e braços mecânicos, cadeiras de rodas, andadores ortopédicos, palmilhas e calçados ortopédicos, e qualquer outro aparelho ortopédico destinado à correção de desvio de coluna ou defeitos dos membros ou das articulações podem ser deduzidos integralmente do Cálculo Imposto de Renda.

INSS - Previdência oficial da União

Os valores pagos à Previdência oficial da União, Estados e Municípios podem ser deduzidos integralmente do Imposto de Renda. A regra é válida tanto para quem é autônomo e paga o INSS, como para quem trabalha com carteira assinada – neste caso, o montante consta no informe de rendimentos entregue pela empresa no campo Contribuição Previdenciária Oficial. fonte: Receita Federal/G1